NAauto eleita a oficina do mês pelo jornal das oficinas

A Oficina NA Auto, localizada em St. Antão do Tojal, tem tido uma evolução constante desde que abriu as suas portas há 15 anos, em St. Antão do Tojal, Loures. O segredo para o crescimento da empresa deve-se ao trabalho da equipa, que perante as adversidades nunca baixou os braços

Fundada em 2005 por Nuno Antunes, a NA Auto possui amplas instalações com mais 1.000 m2, equipadas com equipamento moderno e uma equipa de 10 colaboradores. Membro desde a primeira hora da rede Motrio, tem beneficiado da boa imagem da marca e do apoio prestado a nível de formação, informação técnica e disponibilidade de produto. Especializada desde o início em todos os trabalhos de mecânica, incluindo reparações de motores e caixas de velocidade, desde 2015 passou também a disponibilizar serviços de montagem de pneus, o que foi muito bem aceite pelos clientes, pois deixaram de ter de se deslocar a outras oficinas para montarem pneus novos nos seus veículos.

“Vendemos cada vez mais pneus da marca Motrio, que têm uma relação preço/qualidade imbatível. Os clientes ficam satisfeitos e voltam para montar outras peças da marca Motrio, como pastilhas, filtros e amortecedores. Acreditamos da qualidade da marca e promovemo-la muito junto dos clientes, pois queremos que eles também acreditem”, refere Alexandra Antunes, responsável pelos Recursos Humanos da NA Auto. Relativamente à chapa e pintura, ainda não dispõem deste serviço, embora esteja previsto no futuro investir nesta área. Outra aposta da NA Auto para o futuro são os veículos elétricos, sendo certo que a breve prazo será criado uma área específica para dar assistência a estes veículos, assim como formação especializada a todos os técnicos da oficina, para trabalharem em segurança nos híbridos e elétricos.

“Este ano já tivemos três colaboradores em ações de formação para VE. É importante manter a equipa atualizada e acompanhar a evolução da tecnologia. Outro mundo vai surgir e temos de estar preparados para enfrentar os novos desafios da eletrificação automóvel”, afirma Alexandra Antunes. As reuniões com os outros membros da rede Motrio, têm permitido a esta responsável conhecer outras realidades e encontrar apoio para resolver dificuldades. “É importante falar com outros colegas, de diferentes locais do país, para saber como funciona o negócio da manutenção e reparação automóvel das suas zonas. Juntos, conseguimos evoluir e arranjar soluções para ultrapassar os problemas”.

Relativamente à pandemia, a NA Auto conseguiu adaptar-se prontamente às exigências sanitárias impostas e mantém todas as regras de higienização obrigatórias: os carros são entregues pelo cliente no exterior da oficina e totalmente higienizados, repetindo-se o procedimento quando a viatura fica pronta para entrega. “O que nós fizemos nos períodos de confinamento foi tentar articular com os clientes a melhor solução para continuar a dar assistência aos seus veículos. Para tal, procedemos à recolha das viaturas nas casas dos clientes e todo a comunicação era feita online. Um procedimento que ainda mantemos e que faz a diferença e nos distingue da concorrência”, refere Alexandra Antunes.

A NA Auto trabalha maioritariamente com clientes particulares “muitos deles vindos da primeira oficina e que se têm mantido fiéis ao longo dos anos, trazendo os seus filhos e amigos. Analisamos as necessidades de cada cliente e ajustamos o serviço para arranjar sempre a melhor solução. Às vezes, o cliente só vê o preço, e temos de explicar as vantagens de utilizar peças de qualidade premium e porque devemos substituir componentes que consideramos essenciais para a segurança e bom desempenho da viatura. Cada vez mais temos de fazer valer os nossos conhecimentos técnicos para que o cliente sinta confiança no nosso trabalho”, esclarece Alexandra Antunes. O relacionamento com o cliente é a base do sucesso da NA Auto, que continua a apostar em campanhas e promoções, com ofertas de brindes e lembranças que são muito valorizadas. “Estamos numa zona com potencial de crescimento, mas sabemos que os clientes não aparecem se não fizermos nada que os motive a visitar-nos, por isso temos de ser pró-ativos, divulgando os nossos serviços com flyers, presença em feiras e eventos, divulgação de campanhas no site e redes sociais”, enfatiza Alexandra Antunes.

Para esta responsável, o sucesso da NA Auto depende da capacidade de se reinventar, de fazer diferente e oferecer ao cliente o melhor serviço possível “Queremos que o cliente saia daqui feliz e satisfeito com os serviços, e que reconheça a competência dos nossos técnicos, para que eles se sintam motivados no seu trabalho. O mercado está difícil e as pessoas levam menos o carro à oficina, por isso cabe-nos arranjar soluções para trazer os clientes à oficina e não ficarmos de braços cruzados à sua espera”, conclui. 

 

Fonte: jornaldasoficinas